Crehnor Sul - Quem coopera sempre alcança

Crehnor Sul - Quem coopera sempre alcança

Vote na enquete do Mundo Piratini

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Júri Popular julgará tentativa de homicídio em assentamento

Osvino Wagner é acusado de ter atentado contra a vida de João Carlos Pereira Dias, efetuando disparos com armas de fogo no assentamento Rubira.
Um caso de tentativa de homicídio simples, ocorrido em 14 de dezembro de 2008, será julgado pelo Tribunal do Júri de Piratini, em julgamento marcado para ocorrer às 9h30min do dia 12 de dezembro, no auditório do Instituto de Educação Ponche Verde.

O réu Osvino Wagner, é acusado de ter desferido disparos com armas de foco contra João Carlos Pereira Dias, em uma festividade da Comunidade Cristo Rei, no assentamento Rubira, que atualmente é conhecido como Coquista da Luta, localizado no 2º distrito. Segundo despacho Judicial, Wagner portava um revolver calibre 38, uma pistola e uma arma branca (faca).

De acordo com a sentença proferida pelo então juiz da Comarca de Piratini, Roger Xavier Leal, existem "provas indiciárias da autoria e elementos que atestem a materialidade delitiva". Ulteriormente, Leal conclui, "com fundamento no art. 413 do Código do Processo Penal, pronuncio Osvino Wagner, já qualificado na peça acusatória, a fim de que seja submetido a julgamento pelo Tribunal do Júri, como incurso nas sanções do art. 121, §2°, inciso II (motivo fútil), do Código Penal".

Nos autos da sentença, o magistrado destaca o testemunho de populares que presenciaram o crime no qual o réu é imputado. Em seu depoimento, Noé Gustavo Machado Barreto "disse que o réu estava bem próximo da vítima, momento em que foi iniciada uma singela discussão entre ambos. Sobre o teor da conversa, disse ter ouvido apenas o denunciado referir que “ia meter bala”, após o que iniciou os disparos de arma de fogo, na direção da vítima. Explicou que o réu, primeiramente, deu a entender que iria embora, afastando-se, um pouco, da vítima, após o que retornou atirando contra esta. O depoente afirmou que não há dúvidas de que os disparos foram efetuados pelo réu, bem assim, que o foram na direção da vítima, tanto que ficou a marca de um projétil na parede situada atrás desta".

Em sua defesa, Osvino Wagner narrou outra versão do ocorrido, conforme descreve o togado. "O denunciado, por seu turno, negou, com veemência, o fato cuja autoria lhe foi impingida. Asseverou que estava em casa, quando foi chamado, por telefone, a comparecer na festa da comunidade, para, na condição de chefe do assentamento, apartar uma briga. Disse que, tão logo aportou no local, foi abordado pelos sujeitos denominados João Carlos e João Pedro, os quais empunharam uma arma de fogo contra sua cabeça. Relatou que, após livrar-se dos agentes, os quais lideram uma quadrilha formada no assentamento, acionou a Polícia, que, no entanto, não compareceu na sua casa". 

Tribunal de Justiça manteve sentença
Em 2ª Instância, a Terceira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado, optou por manter a decisão do juiz Roger Xavier Leal. Conforme o relator da matéria, desembargador Jayme Weingartner Neto,  por unanimidade foi desprovido o recurso em sentido estrito.

Neto faz menção do por que deste caso ser julgado pelo Conselho de Sentença. "Nesta fase processual não há necessidade de certeza de prova, mas sim de indícios, ainda que os mesmos possam espelhar uma dúvida razoável. Assim, somente caberia a despronúncia se a ação penal fosse realmente considerada descabida, sem a presença de indícios mínimos de autoria, e, ainda, somente caberia a desclassificação se houvesse prova inequívoca da ausência de animus necand", ressalta.

Além do relator supracitado, o colegiado que julgou o recurso foi formado pelo presidente, desembargador Nereu José Giacomolli e pelo desembargador João Batista Marque Tovo.

Foto: Reprodução

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Piratini realiza segundo "Dia D" de vacinação

Campanha nacional continua até o dia 28 de novembro.
Dando continuidade à Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo, a Secretaria Municipal de Saúde realizou neste sábado (22), o segundo “Dia D”, em Piratini. Os postos de vacinação estiveram em funcionamento das 08h00 às 17h00.

A campanha de vacinação contra a Pólio e o Sarampo vai até o dia 28 de novembro em todo o país. As crianças que ainda não foram vacinadas devem ser levadas durante a semana nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). O objetivo do Ministério da Saúde é imunizar 95% do público-alvo total da campanha.

Silvia Verdim, 36, deixou de lado a resistência apresentada por seu filho Daniel, de 3 anos, e o trouxe para receber a imunização. "É importante para ele crescer saudável. Vale a pena vir e fazer a vacina", avaliou. 

Em Piratini, além do Posto de Saúde Central, os postos da Vila Nova e do Cancelão trabalharam na campanha. De acordo com a enfermeira chefe do Posto de Saúde, Fernanda Hernandes, contra sarampo, já foram imunizadas 62% das 855 crianças, entre 1 e 5 anos. Já acerca da poliomelite, das 944 crianças entre 5 meses e 4 anos, 59% receberam a vacina. 

Outro fator salientado por Hernandes, é a ação feita no interior para atingir a meta almejada. "A exemplo do primeiro "Dia D", uma unidade móvel está percorrendo o interior do município. Isso auxilia bastante, pois muitas vezes os pais não podem deslocarem-se até a cidade para vacinar seus filhos", justificou.

A campanha nacional segue até o dia 28 de novembro. Qualquer um dos três postos de saúde do município está apto a aplicar as vacinas. Crianças entre 6 meses e 5 anos de idade incompletos devem ser imunizados contra poliomelite, e crianças entre 1 e 5 anos de idade incompletos, também devem receber a vacina contra o sarampo.

Poliomielite
A Poliomielite é uma doença contagiosa, que afeta principalmente crianças com menos de 5 anos. Ela pode causar paralisia em algumas horas e, em alguns casos, ser fatal. O Brasil não registra casos da doença há 25 anos.

Sarampo
O Sarampo é transmitido por vírus. Os sintomas mais comuns são febre, tosse seca, exantema (manchas avermelhadas), coriza e conjuntivite. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções expelidas pelo doente ao tossir, falar ou respirar.

Vereador e secretário vão à Brasília e garantem verba para município

Lourenço de Souza (PT) e Adilson de Oliveira, integraram comitiva do Cideja em viagem.
Entre os dias 17 e 20 de novembro, uma comitiva do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental dos Municípios da Bacia do Rio Jaguarão (Cideja), esteve em Brasília realizando uma extensa agenda. 

Representando Piratini, o vereador Lourenço de Souza (PT) e o secretário de Habitação Adilson de Oliveira, participaram de toda a programação organizada pelo consórcio. Dentre as atividades propostas, esteve a visita no primeiro dia, ao gabinete do deputado federal Dionilso Marcon (PT), para tratar sobre projetos e recursos para o município. Houve uma garantia por parte de Marcon, da apresentação de uma  emenda parlamentar para a compra de uma retroescavadeira, que auxiliará nos serviços urbanos da cidade.

 No dia 18, foi realizada uma reunião com o presidente do INCRA, Carlos Guedes de Guedes, para falar sobre estradas vicinais, pontes e novos recursos para recuperação de estradas para o próximo ano. 

O penúltimo dia foi marcado por uma audiência no Ministério da Cultura com o diretor da Cidadania e da Diversidade Cultural, Pedro Azevedo Vasconcellos e seu coordenador geral de Programas e Projetos Culturais, Daniel Castro Dória de Menezes. A tratativa deste encontro, foi para verbas destinadas a área cultural na primeira Capital Farroupilha.

A atividade de maior valia no dia 20, foi uma reunião no Ministério da Integração Nacional, onde foi firmando um recurso na casa dos R$ 3,5 Milhões para os 7 Municípios que compõem o Cideja, objetivando a compra de um caminhão e uma retroescavadeira por município, sendo que estes equipamentos serão utilizados para recuperar e abrir acessos às pequenas propriedades rurais produtoras. Ainda neste dia, em visita ao gabinete do senador Paulo Paim, abriu-se a possibilidade de viabilizar uma Patrulha Agrícola para comunidades quilombolas do município.

Na análise do secretário Adilson Oliveira, a integração dos municípios que compõem o consórcio é o grande diferencial a ser frisado. "Acredito que a união dos municípios e imprescindível para o desenvolvimento sócio econômico da região, e as conquistas que já tivemos e estamos tendo através do Fórum é a prova que estamos no caminho certo. Quero destacar o poder da união dos municípios pequenos, bem como a capacidade de articulação em buscas de recurso junto ao Governo Federal", mencionou.

Já Lourenço, enalteceu o resultado da viagem. "Estamos tendo muitas conquistas. Pode parecer pouco recurso para ser dividido entre os 7 municípios, mas se não houvesse essa organização, não existiria recurso algum", argumentou.

Saiba quem foram os vencedores da promoção da Forma Física Academia

Premiados poderão escolher modalidade da academia para participar gratuitamente por um mês.

A super promoção idealizada através de uma parceria entre a academia Forma Física e o portal de notícias Mundo Piratini, sorteou no dia 20 de novembro, as pessoas que poderão escolher fazer qualquer uma das modalidades oferecidas pela academia gratuitamente por um mês.

A promoção teve um sucesso total, e houveram centenas de participações. Porém, cinco sortudos foram agraciados com essa importante chance. Caso você não tenha sido um deles, vá na Forma Física e invista agora mesmo em sua saúde.

Se prepare para o verão e principalmente, saia da ociosidade e inicie agora uma mesma atividade física. Converse com os qualificados profissionais da Forma Física e veja qual modalidade se encaixa melhor com você.

A Forma Física Academia Está localizada na Av. Gomes Jardim, nº 180 (Fundos). Ligue para (53) 3257-3456 e agende sua visita.

Confira abaixo, o nome dos ganhadores. Os mesmos deverão ir na academia com documento identificatório com foto para acertarem a modalidade que irão realizar. Parabéns a todos!

Graci Fagundes
Marcos Silva
Leonara Dutra Rios
Rose Paiva
Vanessa Macedo

Escolas municipais e estaduais integram-se em competição esportiva

Atletismo foi uma das atividades propostas em Piratini no JIEM 2014.
Os Jogos da Integração Escolar Municipal (JIEM) de 2014, fomentaram a prática de atividades esportivas em educandários do município, do mesmo modo que integraram estudantes da rede municipal e estadual de ensino.

Em 19 de novembro, o estádio Nei Fabião Valente, o Guarany, foi utilizado para uma das competições mais disputadas no município, o atletismo. Durante todo o dia, em torno de 150 alunos das escolas municipais Vera Maria de Azevedo Moreira, Alaôr Tarouco, Dr. Viera da Cunha, Armando Fajardo e estaduais República Riograndense, Ruy Ramos, Dep. Adão Pretto, Ponche Verde e Inácia Machado da Silveira, participaram das provas de corrida individual, corrida de revezamento, saltos e arremessos (peso e pelotas), nas categorias mirim, infantil e juvenil, nos naipes masculino e feminino.

Segundo release enviado pela Secretaria Municipal de Educação, organizadora do evento em parceria com professores de educação física, o principal objetivo almejo com a competição é "integrar e socializar os alunos dessas redes de ensino, bem como, estimular a participação em diferentes modalidades esportivas, despertando deste modo, o interesse pela atividade física e proporcionando espaços para o desenvolvimento de aptidões esportivas".

Foto: Divulgação

Polo Educacional recebi visita de alunos do Pró-Funcionário

Curso conta com 80 estudantes e tem duração de dois anos.
O Polo Educacional Piratini recebeu na semana passada, a visita de 80 novos alunos, do Programa Pro-Funcionário, os quais são funcionários ou professores das redes escolar municipal e estadual. 

O Pró-funcionário é um programa realizado em parceria entre o Governo Federal, através da UFPel/Campus CAVG e o município de Piratini e os cursos ofertados são Secretaria Escolar e Multimeios Didáticos. Durante os dois anos de curso, os alunos participarão de aulas presenciais (uma aula semanal) e realizarão trabalhos on line, bem como participarão de web conferências, grupos de estudos, aulas práticas e outras atividades.

Estiveram presentes na abertura das aulas inaugurais a professora Rosana Manetti – diretora geral da Secretaria Municipal de Educação, a professora Mariana Lucas - coordenadora do Polo e o professor Eduardo Vargas – Orientador Educacional do Polo.

Durante o desenvolvimento do curso, os alunos contarão com o apoio e dedicação das tutoras e da coordenadora do Programa, professora Ligiana Carvalho.

Fonte: Secretaria de Educação

Ciclista vítima de acidente de trânsito continua internado em Pelotas

Família quer penalização de motorista que atropelou Rodrigo de Almeida Corrêa.
Vítima de um acidente de trânsito, o pinheirense Rodrigo de Almeida Corrêa, de aproximadamente 35 anos, continua internado em estado regular na Santa Casa de Pelotas.

Rodrigo trafegava de bicicleta quando foi atingido por um automóvel conduzido por Niza Cardoso Perret, no dia 11 de novembro. O sinistro ocorreu no cruzamento das ruas Arlindo Espíndola, com 31 de Março, na área central da cidade.

Aparentemente, o ciclista trafegava pela rua Arlindo Espíndola, preferencial neste cruzamento, quando foi atingido pelo automóvel. A violência da colisão fez com que ele tivesse uma fratura exposta e uma lesão no crânio.

Após passar por diversas cirurgias e ficar 7 dias internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital São Francisco de Paula, Rodrigo teve uma leve melhora e foi transferido para um leito na Santa Casa de Pelotas.

Já haviam sido disseminados diversos boatos inverídicos sobre a morte do ciclista. Todavia, neste momento, seu estado de saúde é estável e inspira muitos cuidados. Provavelmente ele fique com sequelas irreparáveis do acidente, segundo familiares.

Família quer punição para motorista
Tios maternos e padrinhos de Rodrigo, Maria da Conceição de Almeida Corrêa, 57 anos, e João Francisco Farias de Almeida, 62, aceitaram falar sobre o fatídico acidente ocorrido. 

Eles salientaram que são os parentes sanguíneos mais próximo da vitima, explicando um pouco da rotina e trabalho do acidentado. "O Rodrigo trabalha no campo. Sua mãe já havia falecido há algum tempo e o seu pai veio a óbito a menos de um mês", comentaram. 

Maria da Conceição foi muito convicta ao afirmar que serão buscadas medidas para penalizar a condutora. "Eu vejo dizer que ela foi culpada, pois tinha que ter parado na travessa. Ouvi que quatros pessoas presenciaram e irão testemunhar. Queremos que a Justiça dê a devida punição para a Niza", exprimiu.

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Prefeitura extingue estacionamento oblíquo na avenida Gomes Jardim

"Vimos que foi uma decisão errônea do antigo secretário e que estava prejudicando a fluidez de nosso trânsito", avaliou Carlos Alberto da Rosa Reyes, que assumiu interinamente a pasta.
A partir da tarde desta segunda-feira (24), estará extinto o projeto implantado desde março do corrente ano, que transformou um trecho da avenida Gomes Jardim, em frente ao Instituto de Educação Ponche Verde, em estacionamento oblíquo.

Vislumbrado pelo ex-secretário de Urbanismo e Serviços Públicos, Carlos Miguel de Ávila Porto e pela ex-chefe de Trânsito, Tamires Gisele Damasceno Duarte, o proprosto dividia opiniões; enquanto comerciantes parabenizavam o novo método do estacionamento, condutores rechaçavam a proposta e solicitavam que o trecho voltasse a sua normalidade.

A ideia piloto foi difundida e chegou ao ponto de Cacaio anunciar toda avenida em estacionamento oblíquo e mão única. Ulteriormente, ele tentou voltar atrás, mas sua premeditada decisão da havia sido anunciada, sendo provavelmente isto, um estopim para sua exoneração, que aconteceu pouco tempo depois.

Para amenizar os problemas ocasionados naquele trecho, Carlos Alberto da Rosa Reyes, que assumiu interinamente a pasta até dia 31 de dezembro, argumentou o por que da mudança. "Vimos que foi uma decisão errônea do antigo secretário e que estava prejudicando a fluidez de nosso trânsito", avaliou.

O taxista Marcos Lopes Funari, 41 anos, ressaltou que o retorno para o método habitual de se estacionar, facilitará o trânsito na via. "Mesmo sendo melhor para estacionar em oblíquo, isso agravou o já perturbado trânsito da cidade. Quando o caminhão de uma empresa estacionava para carga e descarga, a avenida ficava praticamente intransitável", mencionou.

Colisão entre veículos deixa motociclista ferido

Romário Ávila, 41, teve escoriações leves e uma lesão na perna direita.
Por volta das 11 horas desta segunda-feira (24), uma colisão entre uma Parati, com placas LZZ-1105, de Icara, Santa Catarina, e uma motocicleta Honda Fan de Piratini, com placa IPK-2911, culminou em danos materiais e ferimentos na perna direita do motociclista.

O acidente foi ocasionado quando a motorista do automóvel, Luciana das Chagas, 32 anos, vinha em sentido bairro-centro pela rua Dr. Luiz de Oliveira Lessa. Em sentido preferencial, o motociclista Romário Ávila descia a avenida 6 de julho. Os dois veículos choraram-se quando Chagas foi atravessar a via e não percebeu a vinda de Ávila.

Pelo estrago visual que teve a motocicleta, que foi parar em baixo do carro, Romário poderia ter tido ferimentos demasiadamente graves. Todavia, ele sofreu apenas escoriações leves e uma possível fratura na perna.

Luciana narrou como ocorreu o sinistro. Segundo descreveu, um ônibus dificultou a visualização da motocicleta. "Eu parei e esperei o ônibus passar, mas ele vinha logo atrás e não tinha visto. Felizmente não passou de um grande susto", aliviou-se a condutora, que sustentou nunca ter se envolvido em um acidente de trânsito antes.

Tailor Nunes de Oliveira, 55 anos, falou sobre a preocupação de motociclistas naquele cruzamento. "O pessoal que vem de lá (Luiz de Oliveira Lessa) dificilmente para aqui. Falta uma placa de sinalização e maior fiscalização", opinou.

O motociclista Romário Ávila foi atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o Pronto Socorro do Hospital Nossa Senhora da Conceição, onde passa por exames. Já a Parati de Luciana, encontra-se com a documentação atrasada e será guinchada nas próximas horas.

domingo, 23 de novembro de 2014

Abigeatários abatem cinco bovinos no 2º distrito

Duas das vacas estavam prenhas; prejuízo estimado ultrapassa os 10 mil reais.
Com a proximidade da chegada do verão, um crime tem se intensificado e preocupado cada vez mais pecuaristas do interior do município. O abate clandestino de gado, ou abigeato como também é chamado, tinha diminuído drasticamente no último semestre, porém retorna a afligir criadores.

Na madrugada deste sábado para domingo (23), criminosos lograram levar cinco bovinos de uma propriedade do Passo do Moinho, no 2º distrito. Duas das vacas carneadas, estavam prenhas, o que elevou o prejuízo total a ultrapassar os 10 mil reais.

Morador das proximidades de onde aconteceu o delito, Cleidinei Fagundes Dias, 48 anos, explicou que estava cuidando dos animais furtados. "O dono é o Sandro Jocoves Olgã, que mora em Pelotas, mas eu estava reparando o campo para ele", esclareceu.

Ainda conforme salientou Dias, os produtores rurais da localidade sentem-se angustiados com a condição de impotência vivenciada. "Agora com o preço da carne em alta, provavelmente aumentará o número de abigeatos. Estamos todos preocupados, pois a polícia não nos oferece nenhuma segurança. Inclusive, eles não queriam vir por que disseram que o carro estava sucateado", afirmou.

A Brigada Militar deslocou-se até o local do crime, registrando um boletim de ocorrência.

Foto: Divulgação

sábado, 22 de novembro de 2014

2º Moto in Fest tem sucesso incontestável

Evento trouxe dezenas de motociclistas para município e fomentou comércio local.
No ano de 2013, a 1ª edição do Moto in Fest teve um desfecho negativo, sobretudo devido ao baixo público e número de motociclistas presentes. Contudo, a organização foi sábia e soube apreender com os erros, logrando êxito total em sua edição posterior.

O 2º Moto in Fest, que está acontecendo neste final de semana, no centro de eventos Erni Pereira Alves, mostrou estar tendo sucesso incontestável. As atrações deste ano foram totalmente aderidas pela população piratiniense. O grande número de motociclistas também é outro fator a ser ressaltado e algo que atrai os expectadores locais.

Neste sábado (22), primeiro dia do evento, as principais atrações foram uma apresentação de manobras radicias de motociclistas e shows musicais. De Caxias do Sul, o grupo Street Wheeling Moto Show trouxe manobras que impressionaram os presentes, principalmente devido as mesmas terem sido inéditas no município.

Na noite, apresentações musicais foram o grande atrativo. Iniciando, o músico piratiniense Jeferson de Almeida interpretou canções conhecidas do rock nacional, como Raul Seixas e Cazuza. Almeida agradeceu ao convite da organização, mencionando "como é importante valorizar os artistas locais".

Ulteriormente, foi a vez de duas bandas pedritenses subirem ao palco. A primeira foi Alerta Verde, sendo seguida por The Dealers. Se não bastasse, ainda houve apresentação da banda The Noise, de Pedro Osório. De uma maneira própria, cada um dos shows trouxe uma boa parte do novo e velho Rock and Roll, que agradou um seleto público existente nas dependências do centro de eventos.

Integrante do grupo de motociclistas Áreas dos Anjos, Thiago Teles, 34 anos, falou sobre a parceria entre os estradeiros. "Motociclistas formam uma família. Somos todos muito unidos e prestativos", ponderou.

Em parceria com o grupo Estradeiros da Capital, o coordenador de lazer e eventos, Vinícius Domingues Mattoso, atribuiu o triunfo da festa aos amigos formados na estrada. "Ano passado enfrentamos diversas dificuldades, devido a outros eventos que ocorreram na região. Agora nos organizamos melhor e conseguimos participar de diversos encontros, representando Piratini e convidando aos motociclistas", destacou.

Sobre o resultado da festa, Mattoso enalteceu a geração de renda proporcionada pelo encontro. "Isto também é uma forma de turismo. Trazendo eventos que integrem pessoas de outras regiões, consequentemente acaba-se fomentando também o comércio local", sustentou.

Para concluir, o coordenador disse que nos próximos anos, o evento será ampliado. "Nossa intenção é de engrandecer ainda mais as próximas edições do Moto in Fest. Felizmente contamos com a ajuda de nossos patrocinadores e apoiadores, que foram os verdadeiros responsáveis por essa realização", agradeceu.

Cerro dos Porongos perpetua maior massacre da Revolução Farroupilha

O general Davi Canabarro teria traído os negros ou sido surpreendido pelos imperiais?
No dia 14 de novembro, completaram exatos 170 anos do fatídico massacre ocorrido no Cerro dos Porongos, já no penúltimo ano da guerra entre o Império Brasileiro e os revolucionários do Rio Grande do Sul, que haviam proclamado a independência a 11 de setembro de 1836. 

As circunstâncias que envolveram esse embate estre as forças revolucionárias comandadas por Davi Canabarro e as legalistas sob ordens do famigerado general Francisco Pedro de Abreu, o “Moringue”, são desconhecidas até hoje. Todavia, é inegável a carnificina que vitimou centenas de negros, integrantes do 1º Corpo de Lanceiros Negros do Exército Republicano.

Os negros, na maioria das vezes esquecidos pela história, durante a guerra entre Brasil e Rio Grande do Sul (1835-1845) foram os verdadeiros protagonistas. Divididos em 4 Corpos de Lanceiros, eles faziam a linha de frente de qualquer combate, mostrando-se eximíeis guerreiros e vencendo batalhas em que encontravam-se em desvantagens.

A promessa de alforria não somente para os bravos combatentes, mas também para todos de sua etnia, até então escravizados pelo Império, era o que realmente motivava esses escravos, a muitas vezes evadirem de seus cativeiros, para ingressarem espontaneamente no Exército Farroupilha.

As tropas de Canabarro estavam acampadas no Cerro dos Porongos, localidade pertencente na época a Piratini e que hoje integra o interior da cidade de Pinheiro Machado, quando foram pegos de surpresa naquela fatídica madrugada de novembro. 

É muito divergido e não existem números precisos da quantidade de negros assassinados naquele combate, porém estimasse que mais de 300 lanceiros tenham tido a vida ceifada por legalistas. 

A magnífica obra “Revolução Farroupilha – Heróis e Traidores”, do escritor João Jaime Canabarro Rocha, fala que além do demasiado número de baixas, os imperiais prenderam 333 republicanos, inclusive 35 oficiais e o ministro da fazenda José Francisco Vaz Viana.

Joaquim Teixeira Nunes, ou “Gavião” como era conhecido, era o comandante dos lanceiros negros e lutou heroicamente junto a seus subordinados. Vendo a impossibilidade de vitória, Teixeira Nunes obrigou-se a fugir, sendo morto pouco dias depois, na Batalha de Arroio Grande, em 26 de novembro de 1844. Esse foi o último conflito deste decênio farroupilha.

Davi Canabarro, herói ou traidor?
Como comandante-em-chefe do Exército Republicano, José Davi Martins, ou Davi Canabarro como passou a assinar-se a partir de 1836, em homenagem ao seu tio e sócio Antônio Ferreira Canabarro, que havia falecido, foi um dos maiores líderes farrapos.

No início do conflito, Davi tinha 39 anos e era um próspero fazendeiro e estava decidido a manter-se alheio ao movimento revolucionário que imperou em 1835. No entanto, a Monarquia começou a pressioná-lo, inclusive fazendo ameaças de morte, o que o motivou a proferir a célebre frase “Ora se me hão de matar em casa, com um cevado, que me matem no campo com as armas na mão”. 

Com isso, Canabarro adere ao movimento separatista e rapidamente devido a sua experiência militar de ter lutado na Guerra da Cisplatina, recebe promoções. Seu ápice foi em 1839, quando foi tomada a cidade de Laguna, em Santa Catarina e proclamada a República Juliana. Foi nesse momento, que o então coronel foi elevado ao posto de general, mais tarde reconhecido pelo presidente da República, Bento Gonçalves.

Contudo, a história tende a ser maléfica com Davi Canabarro, que desde o desastre de Porongos, é taxado por muitos como traidor da Província. A dúvida paira é sobre um possível acordo entre o general farroupilha e Luís Alves de Lima e Silva, o futuro Duque de Caxias. 

Posteriormente ao Massacre de Porongos, foi ventilado um documento que ficou conhecido como “Carta de Porongos”, escrita por Caxias e destinada a Chico Pedro, dando conta da hora e local em que deveria ser atacada a tropa republicana. 

Nela, é indicado como deveria ocorrer o ataque, dando a entender do acordo entre os dois. Sobretudo, é salientado para que poupe-se sangue de brasileiros e que ninguém saiba desse acerto.

Existem duas hipóteses debatidas e divergidas por historiadores e pesquisadores. A primeira, é que já estavam acontecendo tratativas para a paz, visto que a República encontrava-se falida e não tinha condições de continuar a guerra.

Um dos grandes entraves para a assinatura desse documento, que mais tarde ficaria conhecido como “Tratado de Poncho Verde”, era a libertação dos escravos, incogitada pelo Império Brasileiro. 

Sob alegação do fim do conflito, teria partido uma ordem de Canabarro para que os negros fossem desarmados e ficassem exclusos do resto dos soldados. Defendendo essa tese, há quem diga que para fazer menos barulho, os caramurus colocaram as fardas dos negros nas patas de seus cavalos. Isso confirmaria a traição de Canabarro.

Entretanto, existe ainda uma outra versão veemente defendida, que seria da surpresa do ataque e falsificação da carta de Caxias para Moringue. Como Davi era o comandante-em-chefe e após o afastamento de Bento Gonçalves virou o nome mais influente da República, era pertinente ao Império desmoralizá-lo perante suas tropas. Moringue teria se aproveitado da incontestável e soberana vitória em Porongos, para confeccionar uma carta, forjando a assinatura de Luís Alves de Lima e Silva, na época Barão de Caxias.

De acordo com João Jaime, o major João Machado de Moraes que teria tido essa incumbência. De outro modo, em um documentário sobre a história dos Lanceiros Negros, o Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) atesta a veracidade dessa carta, o que ratifica a traição.

A dúvida da traição ou surpresa de Davi Canabarro perpetuará, ao menos até que encontra-se outro fato de relevância para que se possa concluir definitivamente as minudências desse afamado Combate de Porongos. 

Fazendo uma singela adequação em uma memorável frase do saudoso Oswaldo Aranha, poderíamos dizer: “É impossível escrever a história do Rio Grande do Sul, sem molhar a pena no sangue negro”. 

Evento marcou passagem dos 170 anos do Combate de Porongos
O Poder Público de Pinheiro Machado, promoveu na data alusiva aos 170 anos do Combate de Porongos, um dia repleto de atividades e que antecedeu o início da Semana da Consciência Negra daquele município.

Dentre os turistas que fizeram-se presentes, esteve uma caravana de Piratini composta por 17 pessoas. A presidente do Conselho Municipal de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra, Maria Rosangela de Oliveira Rodrigues, 52, enalteceu o resultado do encontro. “É muito importante relembrarmos nossas origens. Nossos ancestrais pelearam em uma guerra para nós estarmos aqui hoje”, ponderou.

O gestor da Secretaria de Administração e integrante da Comissão Organizadora do evento, Luiz Henrique Chagas, explicou como esse episódio inclui a cidade no contexto histórico do Rio Grande do Sul. “Esse massacre de uma forma triste e lamentável destaca Pinheiro machado. É de grande importância manter viva a história, cultura, e principalmente a memória dos lanceiros negros”, ressaltou. 

Um problema que acabou dificultando a vinda e localização de turistas, foi a falta de placas indicativas. Sobre esse tocante, Chagas justificou-se e prometeu melhorias para os próximos anos. “A sinalização já foi feita, mas lamentavelmente foi destruída. A intenção do prefeito Felipe da Feira é construir um pórtico de acesso ao local e trabalharemos para isto.”, explicou.

Representando o Governo do Estado, marcou presença o diretor técnico da Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (IGTF), Luiz Claudio Nunes Knierim. O diretor avaliou o transcorrer do evento. “Com certeza Pinheiro Machado está recuperando um pouco dessa importante história da Guerra Farroupilha. Como historiador, posso falar que é um processo lento e gradual, mas que a população com o tempo vai se conscientizar”, mencionou.

Seminário tratará sobre combate à violência doméstica contra mulher

Evento ocorrerá na próxima terça-feira (25), na Sociedade Recreio Piratiniense.
No dia 25 de novembro, quando comemora-se o Dia Internacional de Combate à Violência Contra a Mulher, irá acontecer em Piratini um seminário que objetiva tratar sobre o tema em questão e instruir a população em geral.

A iniciativa é oriunda de uma parceria entre Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania, Conselho dos Direitos da Mulher de Piratini, Centro de Referência de Assistência Social (Cras), e graduandos do 6º semestre do Curso de Direito da Faculdade Anhanguera de Pelotas.

O evento irá transcorrer nas dependências da Sociedade Recreio Piratiniense (SRP), tendo início previsto para às 9 horas, e término para às 15h30min. Serão ao total 6 palestras, divididas entre manhã e tarde, sendo que haverá um almoço gratuito aos presentes. 

As inscrições podem ser feitas com Jean Soares Mendes, através do telefone (53) 9998-8006, pelo e-mail jean_soares63@hotmail.com, ou ainda pelo Facebook www.facebook.com/jean.soares.501.

Esse seminário tem o apoio de: Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, Ministério Público do Rio Grande do Sul, Polícia Civil, Prefeitura Municipal de Piratini, e Banrisul.

Conheça abaixo, a programação completa do evento.

Foto: Divulgação

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Homem surta e causa alvoroço no centro da cidade

Populares conseguiram imobilizá-lo até a chegada da Polícia.
Um homem identificado como Juarez Lafuente Gonçalves, de 36 anos, natural de Pelotas, teve um surto por volta das 19h15min desta tarde, causando um grande tumulto no centro do município. 

De acordo com informações colhidas com testemunhas que presenciaram o fato, Gonçalves percorreu as principais avenidas da cidade, inclusive assustando algumas pessoas e congestionando o trânsito.

Posteriormente ao passar por uma abastecedora de combustíveis na avenida Gomes Jardim, amedrontando frentistas, o indivíduo rumou para a avenida Maurício Cardoso, onde danificou uma cadeira de um bar. 

O proprietário do estabelecimento, Reinando Madruga, 60 anos, narrou o que ocorreu na hora do incidente. "Estava no balcão e quando vi a cadeira tinha voado, com um chute dele. Eu disse para ele ir embora", contou.

Defronte a Igreja Luterana, aconteceu outro ato que demonstrou o surto de Juarez. No meio da via em sentido centro-bairro, ele parou um caminhão e chegou a ameaçar o motorista. Ulteriormente, jogou-se no chão, onde permaneceu por alguns minutos.

Populares que encontravam-se nas proximidades, decidiram entram em ação, e lograram imobilizá-lo até a chegada da Brigada Militar. André Silva Bilhalve, 30, foi o primeiro a assegurar o surtado. "Quando cheguei ele já estava caído. Eu dei uma gravata e consegui assegurá-lo", elucidou.

Gonçalves foi encaminhado para o Pronto Socorro do hospital local, onde permanece internado. Segundo dados colhidos pela reportagem, o homem é dependente químico.

Clique aqui e veja a galeria completa de fotos deste incidente.


Assista abaixo, o vídeo de resistência do surtado.



Atualizada às 22h17min - 21/11/2014

Presidente da ACIAS/CDL fala sobre promoção Presente Legal

Sorteio da premiação será realizada no dia 26 de dezembro.
A promoção Presente Legal 2014 já iniciou e a exemplo das edições anteriores, promete fomentar o comércio local e premiar os clientes piratinienses. 

Existem algumas mudanças na edição deste ano, segundo a ACIAS/CDL, promotora da promoção. O presidente da entidade, Maico Tunes Joanól, destacou em uma entrevista exclusiva para o portal de notícias Mundo Piratini, como irá transcorrer o Presente Legal em 2014.

Para Maico, uma das maiores dificuldades encontradas foi na definição de como seria o sorteio. "O único desafio foi de definir a premiação e de que maneira iriam ser escolhidos os vencedores. Neste ano, modificamos um pouco os prêmios, por diversas questões; juntamos ideias e escolhemos prêmios mais práticos, que todos gostariam de ter em casa", ressaltou.

Ao total, 44 empresas do município aderiram a promoção, o que representa um percentual de aproximadamente 60% das cadastradas na ACIAS/CDL. Diferentemente das edições passadas, em 2014 todos os sorteios ocorrerão no dia 26 de dezembro. Joanól explica oque motivou essa mudança. "Percebemos que havia muita gente que comprava no final e o sorteio daquela empresa já tinha acontecido. Entendemos que sortear todos os prêmios na mesma data, aumentará o número de cupons, dando chances iguais aos participantes", avaliou.

Além da premiação habitual, outra novidade serão 44 vale compras no valor  de 100 reais cada, que serão sorteados. A premiação principal será: Ar Condicionado Split; TV 32 Polegadas; Notebook; Tablet; e Smartphone. Os vendedores dos clientes premiados, também serão contemplados com o valor de 300 reais.

Para concluir, o presidente agradeceu a colaboração de empresários almejou o sucesso  da promoção. "O Presente Legal é uma oportunidade de venda para os comerciantes e também, uma maneira de retribuir as compras feitas pelos consumidores piratinienses. Esperamos que os nossos associados tenham sucessos em suas vendas, que as equipes estejam trabalhando motivadas, e aguardamos que a comunidade piratiniense faça suas compras no comércio local, valorizando nossas empresas e os investimentos que aqui estão sendo feitos", finalizou.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Vulto na Ponte do Costa causa espanto e divide opinião da população

Realmente existia a presença de um espírito, ou seria somente uma sombra na polêmica imagem captada pela internauta?

Uma fotografia da afamada ponte sobre o Arroio do Costa, localizada na ERS-702, tem sido disseminada em rede mundial de computadores, causado grande polêmica e espanto em internautas durante essa semana.

Na imagem, aparece nitidamente um vulto, que provavelmente tenha deixado perplexa a autora do registro, Francieli dos Santos Domingues, 20 anos. Ela postou a fotografia na rede social Facebook e rapidamente essa suposta aparição sobrenatural, ganhou notoriedade entre os internautas.

Na legenda da foto, Domingues elucida que a captou no sábado (15), vindo a perceber a suspeita presença de uma sombra somente quando foi conferir as imagens. Ela incita outros usuários a manifestarem-se sobre a revelação feita pela fotografia. "Sempre respeitei a existência de mistérios! Oque você acha que esta imagem revela. Dê sua opinião!", sugestiona.

O pedido de Francieli foi imediatamente atendido e dezenas de pessoas começaram a exprimir opiniões distintas sobre a imagem. Através de um comentário, Bruna Cardoso da Silva rechaça a ideia de algo extraordinário. "Olhem fixamente e vão perceber que é só a sombra", analisou.

Entretanto, outros perfis vão além de defender a sobrenaturalidade da fotografia e expressam concepções mais contundentes. "Se aproximarmos bem a imagem da para ver a mítica figura da morte. Uma caveira com um manto preto e a foice. Como passo todos os dias ali me assusta, pois vejo como prenúncio de uma grande tragédia", descreveu Lázaro F. Cruz.

Independente da presença ou não de algo incompreendido pelo ser humano nesta imagem, os números da postagem na conta de Francieli impressionam. Somente curtidas, existiram mais de 250, além de quase 100 compartilhamentos e dezenas de comentários.

Foto: Francieli Domingues

Problemas energéticos são debatidos em audiência pública

Subestação que será criada é tida como solução para instabilidade de fornecimento de energia.
Na tarde desta quarta-feira (19), a Câmara de Vereadores de Piratini sediou uma audiência pública que tinha como tema os problemas energéticos enfrentados pelo município. 

Diversos representantes da Companhia Estadual de Energia Elétrica estiveram presentes. Dentre eles, destaca-se a participação do chefe do Serviço de Projetos e Obras, José Antônio Moreira das Neves; do gerente Regional Sul, Eder Luís Vahl; e do chefe da Agência Piratini, Antônio Balbino Garcia.

A principal pauta tratada foi acerca da criação da subestação de energia em Piratini. Esta obra já concretizada pela companhia tem prazo final para conclusão no mês de julho de 2016 e promete se não exterminar, diminuir razoavelmente as dificuldades relacionadas a falta de energia na região.

Atualmente Piratini recebe a maioria de sua energia elétrica de uma subestação da cidade de Canguçu e de outra localizada em Candiota. Essa nova fonte de energia, que será implantada no município, além de abastecer a demanda local deve ser direcionada para cidades próximas, como Pinheiro Machado por  exemplo.

José Antônio Moreira das Neves, esclareceu que a maioria dos problemas deve-se a falta da voltagem adequada, originada pelo aumento de consumo. "Onde há 10 anos atrás seria necessário uma quantidade de energia, hoje teríamos no mínimo que triplicá-la", explicou.

Em um tema específico relacionado ao Cerro do Galdino, 1º distrito, onde frequentemente ocorre a queda de uma de fase elétrica, atingindo fornecedoras de internet e o sinal de TV aberta, Neves titubeou e acabou por não elucidar alguma atitude. Ele ateve-se a dizer que a subestação terminará com o empecilho existente, e nesse período até sua conclusão, estariam sendo feitas obras para melhorias na rede. 

Diversos populares dirigiram-se até a Câmara para interpelar os representantes da concessionária, sobretudo para projetos relacionados a propriedades rurais. Em resposta destas indagações, os servidores mesmo que prestativos, acabaram sendo evasivos e não apontaram claramente medidas para solucionar as adversidades existentes. 

O proponente da audiência Sérgio Castro (PDT), avaliou como positivo o resultado deste encontro. "Acho que essa audiência foi esclarecedora, principalmente por causa da subestação que irá ajudar muito nessa questão energética", ponderou.