Crehnor Sul - Quem coopera sempre alcança

Crehnor Sul - Quem coopera sempre alcança

Vote na enquete do Mundo Piratini

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Homem surta e causa alvoroço no centro da cidade

Populares conseguiram imobilizá-lo até a chegada da Polícia.
Um homem identificado como Juarez Lafuente Gonçalves, de 36 anos, natural de Pelotas, teve um surto por volta das 19h15min desta tarde, causando um grande tumulto no centro do município. 

De acordo com informações colhidas com testemunhas que presenciaram o fato, Gonçalves percorreu as principais avenidas da cidade, inclusive assustando algumas pessoas e congestionando o trânsito.

Posteriormente ao passar por uma abastecedora de combustíveis na avenida Gomes Jardim, amedrontando frentistas, o indivíduo rumou para a avenida Maurício Cardoso, onde danificou uma cadeira de um bar. 

O proprietário do estabelecimento, Reinando Madruga, 60 anos, narrou o que ocorreu na hora do incidente. "Estava no balcão e quando vi a cadeira tinha voado, com um chute dele. Eu disse para ele ir embora", contou.

Defronte a Igreja Luterana, aconteceu outro ato que demonstrou o surto de Juarez. No meio da via em sentido centro-bairro, ele parou um caminhão e chegou a ameaçar o motorista. Ulteriormente, jogou-se no chão, onde permaneceu por alguns minutos.

Populares que encontravam-se nas proximidades, decidiram entram em ação, e lograram imobilizá-lo até a chegada da Brigada Militar. André Silva Bilhalve, 30, foi o primeiro a assegurar o surtado. "Quando cheguei ele já estava caído. Eu dei uma gravata e consegui assegurá-lo", elucidou.

Gonçalves foi encaminhado para o Pronto Socorro do hospital local, onde permanece internado. Segundo dados colhidos pela reportagem, o homem é dependente químico.

Clique aqui e veja a galeria completa de fotos deste incidente.


Assista abaixo, o vídeo de resistência do surtado.



Atualizada às 22h17min - 21/11/2014

Presidente da ACIAS/CDL fala sobre promoção Presente Legal

Sorteio da premiação será realizada no dia 26 de dezembro.
A promoção Presente Legal 2014 já iniciou e a exemplo das edições anteriores, promete fomentar o comércio local e premiar os clientes piratinienses. 

Existem algumas mudanças na edição deste ano, segundo a ACIAS/CDL, promotora da promoção. O presidente da entidade, Maico Tunes Joanól, destacou em uma entrevista exclusiva para o portal de notícias Mundo Piratini, como irá transcorrer o Presente Legal em 2014.

Para Maico, uma das maiores dificuldades encontradas foi na definição de como seria o sorteio. "O único desafio foi de definir a premiação e de que maneira iriam ser escolhidos os vencedores. Neste ano, modificamos um pouco os prêmios, por diversas questões; juntamos ideias e escolhemos prêmios mais práticos, que todos gostariam de ter em casa", ressaltou.

Ao total, 44 empresas do município aderiram a promoção, o que representa um percentual de aproximadamente 60% das cadastradas na ACIAS/CDL. Diferentemente das edições passadas, em 2014 todos os sorteios ocorrerão no dia 26 de dezembro. Joanól explica oque motivou essa mudança. "Percebemos que havia muita gente que comprava no final e o sorteio daquela empresa já tinha acontecido. Entendemos que sortear todos os prêmios na mesma data, aumentará o número de cupons, dando chances iguais aos participantes", avaliou.

Além da premiação habitual, outra novidade serão 44 vale compras no valor  de 100 reais cada, que serão sorteados. A premiação principal será: Ar Condicionado Split; TV 32 Polegadas; Notebook; Tablet; e Smartphone. Os vendedores dos clientes premiados, também serão contemplados com o valor de 300 reais.

Para concluir, o presidente agradeceu a colaboração de empresários almejou o sucesso  da promoção. "O Presente Legal é uma oportunidade de venda para os comerciantes e também, uma maneira de retribuir as compras feitas pelos consumidores piratinienses. Esperamos que os nossos associados tenham sucessos em suas vendas, que as equipes estejam trabalhando motivadas, e aguardamos que a comunidade piratiniense faça suas compras no comércio local, valorizando nossas empresas e os investimentos que aqui estão sendo feitos", finalizou.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Vulto na Ponte do Costa causa espanto e divide opinião da população

Realmente existia a presença de um espírito, ou seria somente uma sombra na polêmica imagem captada pela internauta?

Uma fotografia da afamada ponte sobre o Arroio do Costa, localizada na ERS-702, tem sido disseminada em rede mundial de computadores, causado grande polêmica e espanto em internautas durante essa semana.

Na imagem, aparece nitidamente um vulto, que provavelmente tenha deixado perplexa a autora do registro, Francieli dos Santos Domingues, 20 anos. Ela postou a fotografia na rede social Facebook e rapidamente essa suposta aparição sobrenatural, ganhou notoriedade entre os internautas.

Na legenda da foto, Domingues elucida que a captou no sábado (15), vindo a perceber a suspeita presença de uma sombra somente quando foi conferir as imagens. Ela incita outros usuários a manifestarem-se sobre a revelação feita pela fotografia. "Sempre respeitei a existência de mistérios! Oque você acha que esta imagem revela. Dê sua opinião!", sugestiona.

O pedido de Francieli foi imediatamente atendido e dezenas de pessoas começaram a exprimir opiniões distintas sobre a imagem. Através de um comentário, Bruna Cardoso da Silva rechaça a ideia de algo extraordinário. "Olhem fixamente e vão perceber que é só a sombra", analisou.

Entretanto, outros perfis vão além de defender a sobrenaturalidade da fotografia e expressam concepções mais contundentes. "Se aproximarmos bem a imagem da para ver a mítica figura da morte. Uma caveira com um manto preto e a foice. Como passo todos os dias ali me assusta, pois vejo como prenúncio de uma grande tragédia", descreveu Lázaro F. Cruz.

Independente da presença ou não de algo incompreendido pelo ser humano nesta imagem, os números da postagem na conta de Francieli impressionam. Somente curtidas, existiram mais de 250, além de quase 100 compartilhamentos e dezenas de comentários.

Foto: Francieli Domingues

Problemas energéticos são debatidos em audiência pública

Subestação que será criada é tida como solução para instabilidade de fornecimento de energia.
Na tarde desta quarta-feira (19), a Câmara de Vereadores de Piratini sediou uma audiência pública que tinha como tema os problemas energéticos enfrentados pelo município. 

Diversos representantes da Companhia Estadual de Energia Elétrica estiveram presentes. Dentre eles, destaca-se a participação do chefe do Serviço de Projetos e Obras, José Antônio Moreira das Neves; do gerente Regional Sul, Eder Luís Vahl; e do chefe da Agência Piratini, Antônio Balbino Garcia.

A principal pauta tratada foi acerca da criação da subestação de energia em Piratini. Esta obra já concretizada pela companhia tem prazo final para conclusão no mês de julho de 2016 e promete se não exterminar, diminuir razoavelmente as dificuldades relacionadas a falta de energia na região.

Atualmente Piratini recebe a maioria de sua energia elétrica de uma subestação da cidade de Canguçu e de outra localizada em Candiota. Essa nova fonte de energia, que será implantada no município, além de abastecer a demanda local deve ser direcionada para cidades próximas, como Pinheiro Machado por  exemplo.

José Antônio Moreira das Neves, esclareceu que a maioria dos problemas deve-se a falta da voltagem adequada, originada pelo aumento de consumo. "Onde há 10 anos atrás seria necessário uma quantidade de energia, hoje teríamos no mínimo que triplicá-la", explicou.

Em um tema específico relacionado ao Cerro do Galdino, 1º distrito, onde frequentemente ocorre a queda de uma de fase elétrica, atingindo fornecedoras de internet e o sinal de TV aberta, Neves titubeou e acabou por não elucidar alguma atitude. Ele ateve-se a dizer que a subestação terminará com o empecilho existente, e nesse período até sua conclusão, estariam sendo feitas obras para melhorias na rede. 

Diversos populares dirigiram-se até a Câmara para interpelar os representantes da concessionária, sobretudo para projetos relacionados a propriedades rurais. Em resposta destas indagações, os servidores mesmo que prestativos, acabaram sendo evasivos e não apontaram claramente medidas para solucionar as adversidades existentes. 

O proponente da audiência Sérgio Castro (PDT), avaliou como positivo o resultado deste encontro. "Acho que essa audiência foi esclarecedora, principalmente por causa da subestação que irá ajudar muito nessa questão energética", ponderou.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Incêndio destrói chalé na Vila do Cancelão

Imóvel teve perda total; proprietário agradeceu solidariedade de vizinhos.
Por volta das 21 horas de terça-feira (18), um incêndio destruiu totalmente um chalé na localidade Corredor dos Sórias, Vila do Cancelão, distante há 10 km do perímetro urbano do município.

As autoridades competentes não afirmaram com asserção onde iniciou o foco do incêndio. Contudo, suspeitasse que uma faísca tenha sido a causadora do sinistro, que propagou-se rapidamente causando perda total no imóvel de madeira.

O fogo somente foi controlado às 23 horas, com muita colaboração de moradores das proximidades e do caminhão pipa da Prefeitura de Piratini. Um caminhão do Corpo de Bombeiros vindo de Pelotas, também foi acionado, porém quando chegou na cidade, as chamas já tinham sido extintas. 

Jorge Nunes, 54, relatou como sucedeu-se o incidente. "Estava dormindo quando percebi o grande movimento. Corri para tentar ajudar a apagar o fogo. Até chegar o caminhão, usamos baldes para cessar as chamas", lembrou.

Já o proprietário do imóvel avariado, Rudinei Sias de Oliveira, 40, aludiu que o chalé ficava atrás da residência de alvenaria da família. Oliveira também esclareceu que a solidariedade dos vizinhos foi imprescindível para que a extinção das labaredas. "Fomos avisados por uma vizinha. Felizmente com a ajuda da comunidade conseguimos retirar algumas coisas, no entanto outras foram totalmente danificadas. Por sorte ninguém se feriu", aliviou-se. 

Vereador requer melhorias no balneário municipal

Enxurrada trouxe areia que impossibilita balneabilidade.
Durante a reunião ordinária da Câmara de Vereadores desta terça-feira (18), o pedetista Sérgio Moacir Rodrigues de Castro defendeu um requerimento solicitando melhorias na quadra poliesportiva do balneário municipal Carlos Carvalho. 

Conforme o proponente, diversos desportistas do município o procuraram para dar notoriedade as reais condições do balneário, sobretudo da quadra poliesportiva que abriga jogos de vôlei e futebol de areia, durante todo o verão.

"Eles (desportistas) pediram que colocássemos algum requerimento neste sentido. Já fiz contato pessoalmente com os gestores das pastas de  Infraestrutura e Logística e Urbanismo e Serviços Públicos, para que fossem tomadas providências. Neste espaço onde fica a quadra de voleibol, peço a colocação de areia e implantação de iluminação para a prática deste esporte", argumentou o parlamentar.

Balneabilidade também foi debatida
A forte enxurrada que atingiu o município no início do mês causou estragos significativos também no balneário municipal. A principal reclamação de banhistas, é acerca do grande volume de areia em sua barragem, que impossibilita qualquer prática neste lugar.

Uma ação imposta pelo Ministério Público proibiu o município de mexer na areia da barragem sem um laudo técnico. Nesse preocupante tocante, Sérginho ingressou com outro requerimento, pedindo a elaboração de um projeto ambiental para o desassoreamento do local. 

"Estive visitando o passo e percebi que temos bancos de areia, que tomaram conta do balneário. Se analisarmos, agora estamos praticamente com a impossibilidade de balneabilidade neste local que é considerado um point no verão", ressaltou.

Fotos: Divulgação

Opositores pedem retorno de médico para posto de saúde

Abaixo assinado com mais de 2 mil assinaturas foi entregue para secretário de saúde.
A transferência do médico Luiz Fernando Farias para o Centro de Atenção Psicossocial (Caps), voltou a ser debatido na Câmara de Vereadores de Piratini, durante um esclarecimento prestado pelo vice-prefeito Vitor Ivan Gonçalves, que atualmente gestiona a Secretaria de Saúde.

Dentre as falas dos edis, o peemedebista Daniel Morales interpelou o por que da inesperada transferência de Farias, alegando que essa ação administrativa estava prejudicando a comunidade piratiniense. "Existem muitos pacientes antigos, que eram atendidos no posto de saúde pelo Dr. Fernando. Com essa mudança, todos foram lesados", analisou.

Em resposta a indagação de Morales, Vitor Ivan foi categórico e disse que a medida não é definitiva, mas foi necessária. "Posso assegurar que não foi nenhum tipo de manobra política, até por que o Fernando já é conceituado por grande parte da população. Essa ida dele para o Caps é provisória, pois não podemos deixar esses pacientes desassistidos. Não é nenhum demérito trabalhar lá", ponderou Gonçalves.

O líder de oposição Cláudio Dias (PMDB), externou sua visão pessoal de que muitos servidores haviam sido perseguidos pelo Executivo. "Quando alguém cogita a possibilidade de se candidatar, a Prefeitura logo da um jeito de trocar essa pessoa do meio onde trabalha", afirmou Claudinho.

Novamente em defesa do Poder Executivo, Sérgio Castro (PDT) enalteceu a trajetória do médico e salientou que isso não irá lhe prejudicar. "O Luiz Fernando é um ótimo profissional. Politicamente falando isso seria um tiro no pé do Governo, mas como falou com muita propriedade o nosso secretário, faz-se necessário neste momento", justificou Sérginho.

Abaixo assinado teve mais de 2 mil assinaturas
Ainda na sessão ordinária dessa terça-feira (18), os opositores peemedebistas Marcial Guastucci e Daniel Morales, apresentaram um requerimento para que fossem tomadas providências para o retorno do médico ao Centro Municipal de Saúde.

Juntamente com a petição proposta pelos parlamentares, foi anexado um abaixo assinado de 86 páginas, contendo 2.080 assinaturas. Incrivelmente, esse montante de assinações representa mais de 10% dos munícipes de Piratini, que tem estimativa populacional em torno de 20 mil habitantes. 

Câmara realizará audiência pública com CEEE nesta quarta-feira (19)

Encontro visa debater projetos energéticos para município.
A qualidade dos serviços prestados pela Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), estará novamente em pauta em uma audiência pública que ocorrerá às 14 horas desta quarta-feira (19), na Câmara de Vereadores de Piratini.

O objetivo da mesma, será debater alguns projetos propostos pela concessionária e estagnados até o momento. Dentre ele, está uma proposta para  o pólo madeireiro e a construção de uma subestação no município. 

Segundo o vereador Sérgio Castro (PDT), proponente do requerimento para efetuar o encontro com representantes da companhia, "é muito importante deixar a comunidade à parte dos problemas energéticos em Piratini, sobretudo como eles estão sendo resolvidos pela CEEE".

Dentre as autoridades previstas para fazerem-se presentes, está o chefe da agência local, Antônio Balnino e o coordenador regional da CEEE. 

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Secretário de Urbanismo e Serviços Públicos é exonerado

Prefeito visitou cidade e ficou perplexo com descaso de Cacaio.
Nesta segunda-feira pela manhã, o prefeito Vilso Gomes (PSDB), tomou uma atitude radical ao exonerar o então gestor da Secretaria de Urbanismo e Serviços Públicos, Carlos Miguel de Ávila Porto.

Cacaio, como era popularmente conhecido o secretário, havia sido diretor da escola República Rio Grandense por quase 20 anos antes de receber o convite para assumir a pasta, no início do segundo mandato de Gomes.

 Fontes da reportagem do Mundo Piratini diretamente ligadas ao prefeito, confirmam que Vilso saiu do gabinete e vistoriou a cidade na sexta e sábado. O resultado desta análise, foi a comprovação do descaso de Cacaio com problemas que eram incumbidos a sua Secretaria. 

"Em algumas ruas que o Vilso passava, era parado pela população, que criticava muito o Cacaio. O prefeito apenas pedia desculpas e dizia que tomaria alguma atitude", informou o relatante do Mundo Piratini.

PDT indicará nome para 2015
O presidente municipal do Partido Democrático Brasileiro (PDT), Antônio Andrade da Silveira, explicou que ainda não existem nomes a serem indicados e que serão feitas reuniões para esse fim. "O Partido indicará o nome do substituto do Cacaio. Provavelmente nos reuniremos e pensaremos em um nome para assumir no início de 2015", ressaltou Silveira.

Sobre a saída inesperada de Cacaio, Antônio disse que é uma situação desagradável. "É muito ruim. Ele deu um prazo para os funcionários desenvolverem um trabalho e talvez não tenha chegado aonde o Vilso queria. Isso motivou essa e possivelmente outras exonerações que hão de vir", externou o presidente. 

Secretário de Infraestrutura comandará Urbanismo
Para coordenar a Secretaria de Urbanismo e Serviços Públicos até o dia 31 de dezembro, foi convocado o secretário de Infraestrutura e Logística, Carlos Alberto da Rosa Reyes.

De acordo com Vaquinha, como é chamado Reyes, a ideia é integrar as duas pastas e priorizar serviços básicos, como a manutenção de ruas, coleta de lixo, e embelezamento do município. "Vamos fazer uma gestão melhorando todos os aspectos possíveis. Governaremos da maneira mais razoável possível", assegurou.

Para Carlos Alberto, a prioridade neste momento é a melhoria no perímetro urbano. "Faremos a manutenção das ruas, que estão precárias. Começamos um mutirão com apoio da Infraestrutura e Logística. Vamos fazer as coisas voltarem a funcionar", ambicionou Vaquinha.

Início de taça de futset marcou final de semana no município

Evento atraiu bom número de expectadores ao estádio do Guarany.
No sábado e domingo, aconteceram respectivamente a primeira e segunda rodadas da 1ª Taça Lojas Nice de Futset, organizado pela diretoria do Esporte Clube Guarany.

O estádio Nei Fabião Valente, popularmente conhecimento como Guarany, recebeu nas duas tardes grandes jogos, que animaram os expectadores presentes, bem como tornaram-se um grande atrativo para o final de semana.

Posteriormente a quase um mês de atrasos para o início da competição, coube a direção do Guarany fazer duas rodadas na mesma semana, para assegurar que os cancelamentos anteriores não influenciassem nas datas das finais.

Contudo, o final de semana ensolarado colaborou com o transcorrer dos jogos, marcados por disputas acaloradas e um clima quente. As altas temperaturas fizeram com que na metade de cada tempo, existisse uma pausa para a hidratação dos atletas.

Outro fato a ser ressaltado, é que a não confirmação das inscrições das equipes Spartakos e Garibaldi, na categoria Sub 17, definiu os dois times que disputarão o título. Na fase inicial, realizada no sábado, Vila Nova sobressaiu-se contra a B.G.V. e logrou um vitória pelo elástico placar de 5 a 1. Resta saber se o B.G.V. vai ter condições de dar o troco e consagrar-se como campeão, ou se a equipe do Vila Nova vai ratificar a supremacia e conseguir um novo resultado positivo.

Durante o domingo, o jogo mais emocionante foi entre Junção e Boca Junior, quando o árbitro Mateus Duarte marcou um pênalti contra a equipe do Boca. A reclamação sobre o parecer do juiz  e o segundo cartão amarelo, que culimou na expulsão de jogador que cometeu a falta, deixaram o jogo tenso e alguns atletas deslocaram-se até a mesa julgadora para pedir providências. Esse jogo terminou com um empate pelo placar de 1 a 1.

Nos dias 22 e 23 deste mês, estão previstas as próximas rodadas, ainda válidas pela primeira fase da competição.

Confira abaixo, o resultado das primeiras rodadas da 1ª Taça Lojas Nice de Futset.

1ª Rodada - 15/11/14

Adulto 
Cancelão 1 x 0 Junção 
Juventude 3 x 3 Pinus Piratini
Integração 1 x 1 Boca Junior 
Spartakos 3 x 0 Garibaldi 

Sub 17
B.G.V. 1 x 5 Vila Nova

2ª Rodada - 16/11/14

Adulto
CIA do Alumínio 0 x 2 Surrapa
Spartakos 1 x 1 Pinus Piratini
Junção 1 x 1 Boca Junior
Garibaldi 0 x 2 Vila Nova
Cancelão 3 x 1 Integração

Sub 17
Spartakos x Garibaldi - Desclassificados

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Proprietário oferece recompensa para quem localizar carro furtado

José Tiago Famoso Montanha, 46, investiga com auxílio de amigos, autor do crime.
O automóvel Fiat Uno de cor verde com placas 6050, de Pinheiro Machado, furtado na tarde da última quarta-feira (12), na rua Comendador Freitas, acima da Prefeitura de Piratini, permanece desaparecido até o momento.

José Tiago Famoso Montanha, 46 anos, proprietário do veículo, continua com auxilio de amigos a busca pelo Uno. Ele conta que já percorreu todo o perímetro urbano e agora ruma para o interior na incessante busca pelo carro.
No entanto, nenhuma informação foi verídica até agora. Isto obrigou Montanha a oferecer uma recompensa para qualquer pessoa que tiver informações sobre o paradeiro ou autor do furto. "Sou um homem pobre, mas me reuni com amigos e juntamos o dinheiro para dar a qualquer um que souber quem me roubou", sustentou.

Quaisquer informações sobre o paradeiro do automóvel, podem ser repassadas diretamente para José Tiago, através do telefone (53) 9997-2016.

Secretaria de Infraestrutura trabalha na manutenção de pontes avariadas

Ponte do Passo do Raul, no 1º distrito, foi uma das mais afetadas com enxurrada.
A chuva torrencial que pairou sobre a região no final da tarde de segunda-feira (03), causou estragos consideráveis no interior do município, onde algumas localidades registraram um índice pluviométrico acima dos 120 milímetros.

Dezenas de pontes e pontilhões transbordaram, deixando centenas de moradores ilhados em suas residências. Após a enxurrada e diminuição no volume de água, ficaram os estragos causados ação climática. 

O decreto de situação de emergência, expedido pelo Poder Executivo na data da precipitação, estipula que 20 pontes e pontilhões tenham sido avariados nos 5 distritos de Piratini. Sua vasta extensão de estradas vicinais, que ultrapassa os 7 mil quilômetros, torna ainda mais complexo o problema enfrentado pela Secretaria de Infraestrutura e Logística, responsável pela manutenção da zona rural.

A expectativa do gestor da pasta, Carlos Alberto da Rosa Reyes, é de até o final do ano concluir a manutenção em todos os locais afetados. Segundo ele, o cronograma de conserto está sendo embasado na trafegabilidade e grau de periculosidade dos locais.

"Nesta quinta, terminamos a ponte do Passo do Lajeado, no 2º distrito. Agora a meta é a do Atalaia, no 1º distrito, que deixou diversos moradores sem nenhum meio de se locomover", argumentou.

Localizada também no 1º distrito, a ponte do Passo do Raul teve um de seus três vãos levados pela correnteza. Para conseguir trafegar, a própria população que reside nas proximidades obrigou-se a construir provisoriamente uma pinguela. Todavia, esse mecanismo torna-se inseguro e oferece eminente risco a vida dos moradores.

Essa travessia é pautada como terceira a ser reconstruída pela Infraestrutura e Logística. No entanto, como existem cerca de 6 servidores trabalhando nesta área, o processo torna-se um tanto moroso. Reyes elogiou o trabalho de seus funcionários. "A equipe é pequena mais muito competente. Somente aqueles que acompanham, sabem das dificuldades encontradas para fazer este tipo de serviço", exaltou.

Rua Abílio Bueno vislumbra água encanada

Moradores aguardam término da obra estagnada desde 8 de outubro.
A antiga localidade do 1º distrito conhecida como Passo do Caneleira, que através de um projeto de lei tornou-se parte do perímetro urbano e teve seu nome alterado para rua Abílio Bueno, aguarda uma resposta do Poder Público, quanto a implantação de água encanada para as quase 20 famílias que ali residem.

Muitos moradores continuam céticos, devido as inúmeras promessas sem êxito para conseguir o feito. Todavia, outros tem esperança e vislumbram a tão aguardada água encanada, que extinguiria a prática de reservar em caixas d'água o líquido trazido por um caminhão pipa da Prefeitura.

O projeto idealizado através de uma parceria entre Corsan (Companhia Riograndense de Saneamento) e Prefeitura, onde a empresa entraria com o material e mão de obra, e o Poder Executivo com uma retroescavadeira e maquinista, foi inefetivo até o momento.

A 8 de outubro, quando iniciaram a abertura do valo onde irão os canos, apenas um pequeno trecho de alguns metros foi aberto. Posteriormente, diversos empecilhos impossibilitaram que os trabalhos voltassem a transcorrer no local; dentre eles, estava a danificação da única máquina da secretaria responsável pela parceria.

Desta vez, o problema da enxurrada que fez o município decretar situação de emergência, é o que entrava a obra. A gerante da Agência Piratini da Corsan, Jane de Castro Silveira, disse que a estatal aguarda apenas confirmação da pasta responsável. "Estamos aguardando um contato do Cacaio. Há principio, trabalharíamos na sexta e sábado", esclareceu.

Carlos Miguel de Ávila Porto, que gestiona a Secretaria de Urbanismo e Serviços Públicos, ressaltou que infelizmente não existiam possibilidades de fazer a obra neste momento, devido a outras prioridades para a Secretaria. "Os esgotos são imprescindíveis e necessitam de maior importância por enquanto. Isto não significa que não faremos a água no Caneleira, mas sim que demorará mais um pouco", elucidou Cacaio.

Porto mencionou que a ideia é retornar com a retroescavadeira na próxima quarta-feira. "Não posso garantir nada, mas se não existir nenhum imprevisto até lá, esse é o nosso objetivo", almejou.

Resta para moradores na localidade, como a Vilma Cavalheiro, 63 anos, que reside há 43 anos no local, aguardar o empenho do Poder Público e não perder a crença em ter água encada na sua casa. "Faz 20 anos que exitem só promessas. Agora temos esperanças, pois ao menos abriram um buraco", brincou Cavalheiro.

Adolescentes depredam Praça da Matriz

Polícia tentará identificar autores do vandalismo e aplicar as sanções previstas na lei.
O dano é um crime caracterizado em lei, mais especificamente no Art. 163 do Código Penal Brasileiro, com pena de detenção de 1 a 6 meses, ou multa, podendo ser agravado de diversas formas, como a danificação do patrimônio público, que estipula pena mais severa, de 6 meses a 3 anos, além de multa.

 A falta da efetivação de sanções para delitos deste porte é um dos motivos que leva adolescentes a esta prática, já considerada banal pelos mesmos. Em Piratini, observadas ou não, as danificações causadas em locais públicos são preocupantes e corriqueiramente obrigam o município a extrair dinheiro nos cofres públicos, para reaplica-los no concerto e manutenção dos locais afetados.

Nesta tarde da quinta-feira (13), jovens não importaram-se com o período vespertino e o grande número de populares e servidores na Prefeitura de Piratini, e iniciaram uma depredação da Praça da Matriz, localizada defronte ao órgão municipal.

O motivo almejado pelo ato, era a utilização dos bancos da praça, para realização de manobras de skate. Cerca de 7 adolescentes com idades aproximadamente entre 12 e 17 anos, foram repreendidos por pessoas que transitavam pela rua, todavia, ignoraram os avisos.

Quando perceberam que estavam sendo fotografados, rapidamente alguns evadiram e outros permaneceram na praça. A reportagem se aproximou e imediatamente um deles começou a justificar-se. "Os outros tiraram do lugar e nós estamos tentando colocá-los de volta", alegou um dos envolvidos.

A fala foi rebatida pelo agricultor Nadir Schneider, 47 anos, que elucidou como ocorreu a depredação. "Os guris pegaram os bancos para brincar e quebraram. É uma total falta de respeito, pois todos nós pagamos", reclamou Schneider.

A frustração também foi exprimida pelo secretário de Urbanismo e Serviços Públicos, Carlos Miguel de Ávila Porto, que disse que a atitude merece repúdio. "Alguém tem que se responsabilizar, pois isto já tinha acontecido antes. Resta a nós tentar arrumar novamente", decepcionou-se Cacaio.

Posteriormente a um contato com a assessoria jurídica da Prefeitura, chegou-se a conclusão que a melhor saída seria registrar um boletim de ocorrência e tentar penalizar os vândalos. "Vamos registrar para descobrir os autores. Precisamos tomar uma atitude mais enérgica", ratificou.

A Polícia Civil tentará através das imagens colhidas e disponibilizadas pela reportagem do Mundo Piratini, identificar os autores da depredação, que serão chamados para esclarecimentos.

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Parlamentares tem novo debate em plenário

Marcial Guastucci (PMDB) e Sérgio Castro (PDT), trocaram farpas sobre qual gestão comprou o maior maquinário agrícola.
As precárias condições de trafego de estradas da cidade e interior, continuam sendo pautadas e gerando debates entre os legisladores piratinienses. Na reunião ordinária desta terça-feira (11), novamente Marcial Guastucci (PMDB) e Sérgio Castro (PDT), protagonizaram momentos de tensão em plenário.

O debate teve início quando o peemedebista externava acerca de um requerimento pedindo providências sobre um buraco formado defronte a uma residência da rua Télbio Sória Leite. Macega explanou por um longo período, sobre o atual maquinário da Prefeitura. 


"É muito deplorável para um legislador debater todas as semanas os mesmos assuntos: falta de estradas, falta de boeiros e falta de organização administrativa. Estamos com um parque desaparelhado e com funcionários desmotivados", ponderou.

"Não existe uma preocupação efetiva, mas sim paliativa. Desde que me elegi, venho pedindo para que o município contrate uma empresa terceirizada, para fazer ao menos as estradas principais. Agora com o decreto de Estado de Emergência, ele pode contratar esse maquinário e dispensar a licitação", esclareceu.

Castro pediu a palavra na discussão do requerimento, e rechaçou as falas de Guastucci. "A maior aquisição de maquinário que teve Piratini foi na gestão do ex-prefeito Francisco Luçardo, quando era seu vice", lembrou.

Em novo pronunciamento, Macega propôs uma aposta para Sérginho. "Se vocês compraram tantas máquinas e acham que não compramos, eu lhe faço uma proposta. Peguem os governos passados e veremos qual deles comprou menos máquinas. Se foi o do PMDB, eu não concorro a vereador, mas se foi o de vocês, o senhor não concorre a nenhum cargo eletivo", alfinetou. 

Sérginho voltou a rebater a aposta, dizendo que era algo infundado. "Fica até chato para os presentes ouvirem esse tipo de coisa. Não vamos fazer joguinhos vereador", repeliu.

O próprio presidente da Câmara, Renan Cunha (PDT), e o 1º secretário, Gilson Gomes (PP) ficaram atordoados com a discussão e equivocaram-se sobre o autor da solicitação. Gomes justificou-se em seguida. "A discussão partiu para um outro rumo que não tinha haver com o projeto que estávamos tratando".

Posteriormente a esse longo e irrisório"bate-boca", que francamente não serviu para nada de maneira construtiva, o requerimento foi aprovado e seguiram normalmente os trabalhos legislativos.

Assista abaixo o vídeo do debate entre Macega e Sérginho.

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Parlamento autoriza financiamento para pavimentação de ruas

Ao total, 6 logradouros serão beneficiados pela iniciativa.
A Câmara de Vereadores de Piratini, aprovou unanimemente na sessão ordinária da terça-feira (11), um projeto de lei de autoria do Poder Executivo, que autoriza o município a celebrar financiamento com a Caixa Econômica Federal no montante de R$ 1.500.000,00.

Os vereadores da bancada de oposição, mostraram-se insatisfeitos com alguns parágrafos do projeto. Mauro Castro alertou sobre o alto juro. "O meu voto vai ser favorável, mas somente de juros, vai dar 90 mil reais no primeiro ano", salientou.

Os logradouros beneficiados pelo projeto sob nº 47/2014, serão a avenida 6 de Julho, e as ruas 24 de Maio, 20 de Setembro, Conceição Peres de Ávila, Cezaltino Farias de Matos e Edmundo Xavier. Todavia, ainda não existe um prazo estipulado para o início e término da pavimentação.

Conforme o parágrafo único do Art. 1º do referido projeto, os recursos resultantes do financiamento serão obrigatoriamente aplicados na execução de empreendimentos integrantes do Pró-Transporte. Já o Art. 2º, estipula que o Poder Executivo possa vincular como garantia as receitas e parcelas de cotas do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Na justificava da proposta, são citadas minudências, como a carência de um ano e o número total de 240 parcelas, com jurus de 6% ao ano. A assinatura do contrato está prevista para ocorrer a 28 de novembro.

Opositor critica energicamente estradas vicinais

Mauro Castro (PMDB), manifestou repúdio a atual situação da zona rural do município.
O gestor da Secretaria de Infraestrutura e Logística, Carlos Alberto da Rosa Reyes, foi alvejado por diversos requerimentos na sessão ordinária da Câmara de Vereadores da terça-feira (11).

Apenas o presidente da Casa Legislativa, Renan Cunha (PDT), protocolou no mínimo três solicitações neste mesmo sentido. Contudo, o mais inciso dos requerimentos, foi apresentado pelo peemedebista Mauro Castro, pedindo que fosse feita a manutenção em estradas e pontilhões da localidade Cerra das Asperezas, 2º distrito.

Castro foi enérgico na defesa da solicitação, ao reportar as precárias condições da trafegabilidade das estradas vicinais de Piratini. 

"A Estrada dos Bandeiras fica a aproximadamente 72 km da cidade. Nosso interior está ficando isolado. Todos os proprietários do 2º distrito, estão com vontade de vender suas propriedades e procurar outro município pela incapacidade administrativa que está acontecendo com o prefeito", criticou o opositor.

Com maior veemência ainda, Mauro concluiu seu repúdio em aparte, após requerimento de seu correligionário Marcial Guastucci, que pedia providências para a manutenção da estrada da localidade Atalaia, no 3º distrito. 

"É uma das piores estradas que tem em nosso município. A caminhonete entrou ali na antiga Fazenda dos Coelhos e foi arrastando o para-choque até a saída da ERS-265. Será que o prefeito não olha mais as estradas que estão na ponta do nariz dele. Nós temos que ter um prefeito que olhe sempre para o município e que não faça promessas enganosas", exaltou-se.

Assista abaixo, o vídeo da explanação de Mauro Castro.

Carro cai em valeta em extensão da ERS-702

Condutor foi taxativo: "Ai vão dizer que são as chuvas, mas o problema é a péssima administração".
Um automóvel Renault Clio, ficou atolado dentro de uma valeta localizada na extensão da ERS-702, próximo ao sua fusão com a rua Erotildes Peres de Ávila, em direção a vila do Cancelão.

O incidente ocorreu por volta das 19h45min, quando o proprietário do veículo, Claudionir de Ávila Oliveira, 34 anos, tentou desviar de uma pedra. "Eu já havia passado duas vezes semana passada, mas por um desvio. Hoje não tinha nenhum cavalete proibindo, então tentar passar", narrou.

"Estou sem palavras, não dá para comentar. É ruim, pois pagamos todos os impostos em dia. Ai vão dizer que são as chuvas, mas o problema é a péssima administração", repudiou Oliveira, com semblante de indignação.

Moradores das proximidades, o casal de Wilson Silveira Gomes, 71 anos, e Santa Teresa da Silva Gomes, 69, contaram que o problema é reiterado e a situação permanece estagnada a mais 1 mês. "A máquina veio e abriu a valeta para escoar a água. Agora ficou pior", opinou Santa Teresa.

Wilson mencionou que entrou em contato com o secretário de Urbanismo e Serviços Públicos, Carlos Miguel de Ávila Porto, que sustentou a manutenção do trecho. "O Cacaio disse que era de competência do Daer, mas que a Prefeitura iria fazer. Isso já faz uma semana, porém a primeira atitude deles foi somente hoje", esclareceu.

Local enfrenta empecilho há longo período
No dia 8 do mês passado, essa extensão da rodovia estadual já encontrava-se em estado impérvio. Naquela oportunidade o problema era a quebra de uma tubulação de água encanada, que impossibilitou qualquer tipo de trafegabilidade.


Para fazer um contraponto do ocorrido, a reportagem do Mundo Piratini procurou o setor competente do Poder Executivo. Fomos atendidos pelo servidor público Isnaldo Gomes, que garantiu se reunir com o prefeito Vilso Gomes para encontrar um mecanismo de solucionar o empecilho. 

No entanto, mesmo com as intensas precipitações do início da semana passada, moradores ainda aguardam maior atenção do Poder Público no pequeno trecho de aproximadamente 1 km.

Fiat Uno é furtado próximo a Prefeitura

Veículo de cor verde com placas MBV 6050, de Pinheiro Machado, tinha adesivos da parte traseira e lateral.
Um automóvel da marca Fiat Uno ano 1997, de quatro portas e cor verde, foi furtado entre às 14h30min e 17 horas desta terça-feira (11), do estacionamento oblíquo da rua Comendador Freitas, acima da Prefeitura Municipal de Piratini. 

As placas do carro são MBV 6050, de Pinheiro Machado. Outro diferencial que chama atenção, são adesivos dos deputados Edegar Pretto e Dionilson Marcon na parte traseira e lateral

Segundo o proprietário do veículo, José Tiago Famoso Montanha, 46 anos, uma das portas encontrava-se aberta, mas devido ao baixo índice de furtos no município, ele não temia uma ação deste feitio. 

Montanha reclama do descaço da Brigada Militar e afirma que está fazendo investigações próprias para tentar localizar o carro. "A Brigada nem se moveu. Sou amigo do pessoal, mas desta vez eles deixaram a desejar. Eu a Polícia Civil, com o Negresco, um amigo nosso, que estavam movimentando", relatou.

Quaisquer informações sobre a localização do Fiat Uno, devem ser passadas mesmo que anonimamente para a Brigada Militar através do 190.

Foto: Reprodução

Trecho da Rua 24 de Maio encontra-se interrompido

Interdição está prevista para terminar as 17h30min.
Um trecho da rua Vinte e Quatro de Maio ficará interrompido até as 17h30min encontra-se interrompido neste momento.

O local permanecerá interditado até as 17h30min. Segundo o eletrotécnico da empresa MG Instalações Leomar Moura, 45 anos, o objetivo do serviço é uma extensão de rede para o supermercado Weege.

''Acreditamos que dentro do horário previsto, possamos concluir o planejado'', comentou Moura.

Motociclistas confraternizam em festa no município

Encontro foi proposto pelo  grupo de motociclistas piratinienses Anjos Radikais.
Durante o final  de semana, o município de Piratini sediou um encontro de motociclistas, que ocorreu nas dependências do Parque do Sindicato Rural.

A festa foi da sexta até o domingo (9), e contou com diversas atrações. No primeiro dia, houve janta e som mecânico. O sábado teve um tradicional churrasco de ovelha e homenagem aos motociclistas de aniversário, com a entrega de troféus e show com a banda de rock Elvis e os Capangas. Na último dia, seguiram intensas as atividades, porém muitos optaram por retornarem para a estrada.

O presidente do grupo Anjos Radikais, Marcel de Almeida Oliveira, celebrou o resultado do evento, no entanto atribuiu a redução do número de participantes a encontros paralelos na região. "Neste mesmo final de semana, houveram festas em Rio Grande e São Lourenço. Isto, aliado ao Enem, fez com que diminuísse o público", justificou.

Oliveira disse que seu aniversário será somente dia 30 de novembro, porém o adiamento da comemoração deu-se devido a outro encontro em Rosário do Sul. "Chegamos a essa decisão e ficamos felizes com o resultado. Temos o dever  de preservar a cultura, então quanto mais festas tiverem melhor. Piratini entrou para o mundo dos motociclistas, então vamos ter  muitos eventos", frisou.

"Em novembro sempre fazemos o acampamento, mas daqui a alguns meses já acontecerá o Moto Bagual. Aguarmos a adesão dos munícipes também", convidou Marcel.

Foto: Divulgação